Adquirente, Subadquirente ou Gateway: Qual o melhor para sua loja virtual?

loja virtual

Com o crescimento das lojas virtuais, a quantidade de meios de pagamento disponíveis é cada dia maior, o que facilita a rotina daqueles que gerem um negócio virtual. No entanto, não é simples entender o que cada uma das alternativas oferece e como elas interferem em sua empresa. É importante no momento de avaliação ficar atento ao impacto do meio de pagamento nos seus negócios, já que a opção selecionada irá interferir diretamente na taxa de conversão, custos operacionais e manutenção do sistema da sua loja virtual. Não se prenda apenas aos custos, optar pela opção mais barata pode não ser benéfico ao seu negócio, é preciso avaliar todo o custo benefício envolvido. Entre as diversas opções disponíveis no mercado as três principais e mais utilizadas são as Adquirentes, as Subadquirentes (intermediadores de pagamento) e os Gateways. Mas qual é a diferença entre elas? Como saber qual a melhor opção para a sua loja virtual? Confira!

 

Adquirentes

Simplificando, as adquirentes são as operadoras de cartão. Durante as transações, elas têm a função de comunicar as bandeiras e bancos sobre a venda e solicitar que o pagamento seja feito corretamente e dentro do prazo estipulado, normalmente 31 dias. Optar por um contato direto com os adquirentes é vantajoso para algumas empresas em razão das taxas, que são geralmente menores que as cobradas pelos intermediadores. Porém o lojista estará suscetível a um número maior de fraudes, visto que esta alternativa não possui um intermediador para avaliar o risco das transações, a opção é contratar o serviço de outra empresa, o que dependendo do porte da sua empresa, pode não ser interessante.

As empresas adquirentes mais populares são Elavon, Rede, Getnet, FirstData, Global Payments, Stone e Cielo, no entanto, existem outras que oferecem o mesmo serviço.

 

Gateway

O gateway é um sistema que faz a transação das informações e realiza os pagamentos, é como se fosse a máquina de cartão do universo digital. Deste modo, quando uma transação é iniciada, o gateway entra em contato com o adquirente, que aciona o banco para verificar se o consumidor possui saldo suficiente para a compra e se seus dados estão corretos, com essa confirmação, a compra é finalizada. Apesar de parecer um longo processo, toda essa ação acontece em segundos. Entre as principais vantagens desta alternativa, está a transparência na integração com a loja virtual, o que garante maior conversão na hora do cliente realizar o pagamento. Além da forma de cobrança, diferente das subadquirentes e adquirentes, que cobram do lojista por volume de vendas, esta opção cobra as empresas pela quantidade de transações realizadas. É importante salientar que as integrações com gateways são mais complexas do que as subadquirentes e muitos deles limitam as formas de pagamento, fique atento também que nestas transações quem assume o risco da venda é a sua loja virtual.

Os gateways oferecem também alguns recursos avançados que são desejados em uma loja virtual como a compra com um clique, retentativa inteligente e checkout transparente, o que alguns intermediadores não possuem.

 

Intermediadores de pagamentos (subadquirentes)

Os intermediadores de pagamento costumam agrupar todos os serviços essenciais para o funcionamento de uma loja virtual em um único lugar. Assim oferecem diversas vantagens como a facilidade de integração e a quantidade de opções de pagamento disponíveis aos clientes, além de só cobrar por transações aprovadas, ao contrário de adquirentes e gateways que cobram pela tentativa.

Os subadquirentes ficam entre os adquirentes e lojistas, realizando o intermédio de informações e dinheiro. Assim o intermediador também é responsável pelo pagamento ao lojista e assume o risco da transação, garantindo um menor número de fraudes e evitando o assustador chargeback. Esta opção oferece ainda menor prazo para liberação do dinheiro ao lojista. Porém, normalmente os intermediadores de pagamentos costumam ter taxas mais altas que as outras opções e demoram um pouco mais para aprovar as transações.

Existem diversas empresas que oferecem este tipo de serviço, como PayPal, MercadoPago, Pagseguro, Traycheckout, Moip, Payu, entre outras.

 

Diante de tantos modelos e serviços de pagamento, avalie as opções e escolha a melhor para o seu negócio de acordo com as funcionalidades e os custos envolvidos. Um sistema de qualidade ajudará a sua empresa crescer e ter sucesso. Ainda tem dúvidas? Entre em contato com a Go Biz, ajudamos a você a escolher as melhores opções para a sua loja virtual.

Paloma Barra Sobre o Autor