Descubra como otimizar a experiência do produto e aumentar a autoridade

 

Que experiência você tem oferecido ao seu cliente? Se essa não é uma reflexão cotidiana na empresa, é importante que seja, pois é o que vai determinar a atração e fidelização à sua marca. Existem várias experiências que podem ser empregadas no processo de compra, mas neste artigo vamos nos debruçar sobre a experiência do produto.

 

O seu produto é bom? O que ele gera no cliente que o faz voltar? O que você pode fazer para melhorar essa experiência? Para saber as respostas, continue a leitura do artigo.

 

O que é experiência do produto?

A experiência do produto nada mais é do que a maneira como o cliente se relaciona com o que ele compra. Quando as necessidades e desejos são plenamente atendidos, esse é um ótimo indicativo de uma boa experiência do produto.

 

Diferença entre experiência do produto e experiência de compra

Questões como a facilidade de compra, bom atendimento e frete rápido são características da experiência de compra. Elas são importantes sim, e auxiliam no processo de credibilidade, autoridade da marca e experiência do usuário. Mas, como mencionado anteriormente, o foco desta publicação é o produto. E na experiência do produto, o consumidor busca se realizar com o que ele comprou e não com as demais coisas que envolvem o processo.

 

Para te ajudar de forma prática, a seguir você confere quais quesitos os clientes consideram na hora de se encantar pelo seu produto.

 

O que meu produto precisa ter para ser bom?

É importante pensar que um produto bom motiva o cliente a repetir a compra e, consequentemente, a experimentar outros itens da loja. Se essa experiência for surpreendente, ele ainda pode se tornar um defensor da marca e a indicar para outras pessoas. Por isso, trabalhar a experiência do produto é tão necessário.

 

Pense que aquilo que você está disposto a vender, seja um produto ou serviço, precisa criar um sentimento positivo, que pode ser de alegria, gratidão, riso, relaxamento, entre tantos outros. A ideia é fazer com que a pessoa queira passar por esse processo de compra outra vez, devido ao prazer que essa experiência gerou.

 

Entre as facilidades que encantam clientes estão: design, usabilidade, praticidade, personalização e velocidade. Eles variam de acordo com a categoria de produto ou serviço que você comercializa, mas a premissa é permitir uma experiência gratificante.

 

Lembre-se que essa não é uma estratégia momentânea para atrair novos clientes. Isso deve estar intrínseco na empresa e contemplar todos os que tiverem contato com o que é vendido.

 

Como mensurar a experiência do produto?

Para saber se a sua experiência do produto realmente agrada é necessário ouvir o cliente. Deixá-lo usufruir e depois colher feedback é o caminho mais assertivo para garantir que as necessidades estão sendo atendidas.

  

Como fazer isso? Acompanhando as manifestações nas redes sociais, as avaliações feitas do produto e a recorrência de compra. Motivar esse retorno também pode ajudar, pois, muitas pessoas têm boas experiências, mas não as compartilham. Uma maneira de instigar esse feedback é oferecer recompensas.

 

Além de observar, é importante agir. De nada adianta colher essas informações e não buscar o aperfeiçoamento. Elencar os pontos negativos e solucioná-los irá permitir que o produto evolua, bem como a experiência do cliente.

 

Estratégias que otimizam

 

Se você tem um ótimo produto a ser vendido, com bons resultados e uma aceitação importante do público, o investimento em marketing pode ajudar a otimizar esse processo. Nada como mostrar benefícios e funcionalidades que as pessoas experimentam e aprovam. Esse é um contexto que pode ser explorado e criar ainda mais autoridade para a empresa.

 

Já se você está nesse caminho de consolidação perante o cliente, temos estratégias que também podem ajudar. Entre em contato com a agência de marketing digital Go Biz e agende uma reunião para mostrarmos como nosso trabalho vai potencializar o seu!