Publiquei minha loja virtual e não estou vendendo. E agora?

O crescimento dos meios digitais modificou toda a sociedade e, com isso, vários segmentos foram impactados e precisaram se adaptar. Entre eles, o comércio, representado principalmente pelas lojas.

Sendo assim, um conceito que se expandiu e ganhou espaço foram as lojas virtuais. Mas nem tudo são flores. Afinal, o processo de estabilização e chegada ao sucesso por meio de plataformas digitais não é simples.

Muitos donos de loja virtual veem os números de vendas baixo e se perguntam: não estou tendo sucesso, o que fazer? É justamente isso que buscaremos responder a seguir. De que forma é possível reverter o quadro e passar a atrair mais pessoas para comprarem no espaço digital?

 

Primeiro passo: entender o problema

Para mudar o panorama e trilhar em um caminho de sucesso, o primeiro passo é entender quais são as principais falhas. Meios digitais são bastante diferentes dos físicos.

Portanto, um vendedor não pode achar que, só porque eventualmente fazia sucesso no mundo analógico, digamos assim, será a mesma estratégia que levará ao sucesso na internet.

 

Sem contato direto, é preciso convencer de outra forma

A principal diferença é o fato de que, na rua, um bom vendedor pode conseguir lucro com uma boa lábia, conversando diretamente. Já no meio digital, é mais complexo. O cliente vê pela tela e precisa se sentir atraído pela imagem e pelas descrições.

Além disso, precisa chegar até a sua loja com o objetivo de comprar. Esse é o lead mais qualificado, o que já vem com o intuito de realizar o investimento.

Para isso, as estratégias de Marketing Digital são fundamentais, pois são elas que atrairão o público-alvo certo, para o qual realmente faz sentido comprar aquele tipo de produto.

 

Linguagem correta para atração de clientes

Portanto, o comerciante do mundo digital precisa saber exatamente com quem está falando. É um produto mais masculino? Feminino? Para qual faixa etária? Qual classe social?

Tudo isso vai ter relevância na construção dos posts em redes sociais, das campanhas a serem feitas, para quem as informações serão disparadas.

E tudo isso demanda conhecimento de Marketing Digital. Como analisar e entender o público? A partir de milhares de dados e informações sobre performance, interações etc.

 

Experiência positiva para o cliente

Todo o caminho, desde a captação da atenção do cliente, até a realização do pagamento por parte dele, precisa ser feito de forma estruturada e gerando uma experiência positiva.

A linguagem abordada precisa ser clara, direta e atraente. A interface do site, as instruções para compra necessitam de velocidade e facilidade de realização. E, claro, o pagamento precisa ser facilitado, com o máximo de opções possíveis.

Tudo parte de uma experiência positiva para o público e a linguagem e o Marketing são fundamentais para mantê-lo interessado na compra.

 

Procura por anúncios certos

Por fim, ainda vale citar a relevância de se investir em anúncios da marca. Mas isso também depende de organização e planejamento, para que estes conteúdos sejam apresentados em páginas coerentes e que possam gerar leads qualitativos, de pessoas que realmente se interessem.

Um exemplo simples: se a sua empresa vende chuteiras e bolas de futebol, não adianta o banner acabar em um site ou página de dança.

A qualidade das propagandas é essencial. E aí, cabe ao vendedor se cercar de especialistas em Marketing Digital para perceber qual o melhor caminho: Facebook Ads, Google Ads, ou qualquer outro.

Com uma boa consultoria e leitura correta dos resultados, a melhor estratégia vai aparecer. O fato é que não estar vendendo é um problema que pode ser minimizado com melhorias no Marketing Digital e com a linguagem e os movimentos certos no ambiente digital.