Experiências diferenciadas melhoram o desempenho de lojas virtuais

lojas virtuais

Se a concorrência em lojas físicas se torna cada vez mais acirrada, nas lojas virtuais a realidade não foge da mesma regra. Os consumidores estão cada vez mais exigentes, dessa forma, a experiência do cliente nas lojas virtuais deve ser marcante e diferenciada, permitindo sua fidelização. 

Hoje qualquer comércio, independente do seu tamanho e variedade de produtos, pode vender aos potenciais clientes através da internet. Porém, é o que difere essas lojas das demais que fidelizará o cliente. Assim, a experiência do consumidor nas lojas virtuais precisa se tornar mais fácil, intuitiva e principalmente mais rápida.

Mas como melhor a experiência do cliente nas lojas virtuais?

Várias tendências são apontadas, dentre elas destacam-se:

  • É preciso não vender somente produtos, mas sim experiências.

Isto significa que o consumidor deve comprar, junto com o item que almeja, também uma solução que, além de atender sua expectativa, pode gerar vínculos futuros para novas compras. 

Para que isso aconteça, o potencial comprador precisa estar cercado de um conjunto de informações reais e de qualidade sobre o produto ou serviço que está interessado e ter acesso a um site envolvente. 

  • Fortalecer os valores da empresa junto com os produtos e serviços que vende. 

O consumidor pode encontrar o produto que deseja, pelo preço ou pela qualidade. Mas por trás dessa oferta, por que não conhecer a filosofia da empresa com seus valores?

Conhecendo seus valores, a experiência do cliente nas lojas virtuais se tornará marcante, maior e duradoura.

  • Gerar experiências diferenciadas, tornando as compras inesquecíveis.

É natural os clientes terem hesitações antes de fechar o pedido. E para sanar essas incertezas, o site precisa ser amigável, rápido e recheado de interações.

A usabilidade deve estar em alta, permitindo visualizar o detalhamento do produto, a opinião de quem já o comprou, sempre oferecendo várias formas de pagamento no ato da compra.

O que precisa ser evitado em lojas virtuais a todo custo?

  • A falta de controle do estoque dos produtos.

Situações desagradáveis, como um item que é adquirido, mas não pode ser entregue porque o produto não está mais disponível no estoque ou está em falta, devem ser eliminadas.

  • O não acompanhamento dos pedidos.

Transparência é fundamental em qualquer negócio, invista em ferramentas que o usuário possa acompanhar todas as etapas do pedido, da emissão da nota até a mercadoria chegar no local.

  • Não ouvir os usuários.

A opinião sobre os produtos comprados, sobre o uso da plataforma, sobre a empresa, enfim, sobre as formas que o e-commerce é gerenciado, é peça-chave no aprimoramento do serviço e identificação das falhas.

De acordo com a Go Biz Marketing Digital, agência com experiência no desenvolvimento de lojas virtuais, os projetos de e-commerce devem focar na acessibilidade, usabilidade e performance, tudo isso utilizando plataformas confiáveis, que permitam a implementação de melhorias constantes sem qualquer tipo de restrição.

Como muito bem enumera seu co-fundador Ricardo Domingues: “Os gestores de lojas virtuais devem estar comprometidos em criar soluções, atingir objetivos e proporcionar resultados para os clientes”.