5 dicas para saber quais as melhores ações de marketing digital para o seu negócio

 

Atualmente, o universo do marketing digital abrange uma teia de soluções, plataformas e estratégias, que muitas vezes deixam varejistas, indústrias e profissionais de marketing indecisos nas tomadas de decisão. A partir disso, surgiu a ideia de criar esse artigo sobre alguns pontos que são essenciais analisar antes de iniciar qualquer campanha. Por isso, elaboramos 5 dicas para potencializar os resultados de suas ações:

 

1 – Estude seu público-alvo para descobrir qual forma e em que lugar você pode impactá-lo com mais efetividade

Existem algumas premissas básicas que você precisa ter conhecimento na hora de formular qualquer estratégia, que são as características de quem você deseja impactar. Levantar um perfil demográfico, psicográfico e comportamental e definir uma persona vai ajudar a identificar se os usuários são mais descolados e jovens, com uma presença forte nas mídias sociais ou um perfil mais conservador e corporativo, presente apenas no Linkedin, por exemplo. Em alguns casos, o ideal pode ser nem gastar energia em redes sociais, e sim em ações de Inbound marketing, campanhas de display e outras mídias de performance. 

 

2 – Liste os objetivos de marketing de seu negócio e quais os indicadores que irão mensurar se as campanhas obtiveram sucesso ou não.

Muitas das ações que são colocadas em prática não proporcionam o resultado esperado e, na maioria dos casos, o problema não é a entrega dos canais que foram utilizados e nem a competência dos profissionais envolvidos na execução das campanhas. A falha pode estar na falta de definição estratégica dos profissionais de marketing, que não pontuam qual o objetivo e a meta que desejam alcançar. Por isso, faça um levantamento dos objetivos de marketing de seu negócio, é importante saber se o que você precisa é marketshare, fidelização de clientes, branding, lançamento um produto, crescimento de vendas ou aumento de ticket médio.

 

3 – Defina metas, crie cronogramas e calcule qual deve ser o seu breakeven e o seu payback

Um dos principais diferencias do digital em relação ao off é o poder de mensuração de resultados, por isso, invista um tempo para traçar metas e definir prazos, pois será possível você levantar os dados de análise em tempo real. Isso vai ajudar na hora de escolher como diluir sua verba e a calcular o ROI (Retorno do Investimento).
Vale pensar se o seu negócio precisa de resultados mais imediatos ou a médio e longo prazo. Investimentos em SEO, por exemplo, normalmente são uma ótima escolha, porém na maioria das vezes pode-se perceber algum impacto considerável após 6 meses de investimento. Já no caso de algumas mídias de performance, como os links patrocinados, os budgets são mais altos, mas com um retorno imediato, ou seja, logo após veiculação das campanhas.

 


4 – Analise quais plataformas, veículos e ações são ideais para obtenção de suas metas

Analisar quais os pontos fortes e fracos de cada fornecedor, veículo ou parceiro é essencial para entender se o que eles oferecem está alinhado com seu objetivo de marketing. Mídias de performance, como a rede de pesquisa do GoogleAds, mídia programática, campanhas de remarketing e vitrines de recomendação são exemplo de estratégias que visam, muitas vezes, aumento no número de pedidos, ticket médio e conversões em geral. Ações de marketing de conteúdo e inbound marketing também são muito interessantes para esses objetivos, porém com resultados a médio e longo prazo. E uma terceira opção são campanhas que visam branding, como é o caso de diversas estratégias que utilizam mídias de display.

 

5 – Tenha o Data Science como uma de suas prioridades

Como dito na terceira dica desse artigo, um dos principais diferenciais do marketing digital em relação ao Off é o poder de mensuração de cada campanha, por isso não deixe de cobrar relatórios de seus fornecedores, configurar plataformas de WebAnalytics e o que for necessário para entender a aquisição de tráfego e qualificação dos leads. Se você investir em uma campanha voltada para seu website ou e-commerce, por exemplo, é possível saber quantos acessos cada ação proporcionou, qual foi o comportamento do usuário, se ele realmente converteu e o quanto gerou de receita.