Mídia on e off: estratégias utilizadas em conjunto podem potencializar resultados

A comunicação é parte fundamental dentro das empresas. Embora muitas a vejam como algo desnecessário ou substituível, toda ação deste departamento tem por objetivo fazer um posicionamento estratégico da marca, atrair clientes e a tornar referência em seu segmento. Mesmo com a ascensão do digital, atualmente, observa-se o uso de muitas estratégias aliando a mídia on e off, a fim de trazer um resultado diferenciado.

 

Mudanças nos hábitos de consumo e de comportamento das pessoas impactam diretamente no método a ser utilizado para alcançá-las. Nesse sentido, uma das formas de se fazer uma comunicação bastante eficiente é buscar a mídia on e off para divulgar campanhas, empregando-as de acordo com o canal.

 

A Go Biz, agência de marketing digital, com um know-how de mais de 10 anos de atuação na área, acredita que a mídia on traz a possibilidade de interação e segmentação que a mídia off não permite. “Com uma campanha de marketing digital é possível captar leads com a oferta de um produto que a pessoa terá acesso em tempo real”, afirma a empresa que reforça ainda que isso traz um resultado muito bom, pois conta com as reações da pessoa naquele momento, diferente da mídia off, que depende de um segundo interesse. “Não basta a pessoa ser impactada pela propaganda, ela precisa ainda ter o interesse de buscar pela empresa em um outro momento para ser atendida”, explica.

 

Porém, a empresa acredita que que a mídia on e off se complementam e, juntas, podem trazer um resultado ainda melhor. “Em uma estratégia como essa, a mídia off pode contribuir para a captação dos leads, enquanto a mídia on vai qualificá-los, ou seja, classificar se ele realmente é ou não um potencial cliente”, explica. Cases de propagandas de grandes empresas genuinamente digitais em televisão mostram o quão real isso tem se tornado. O Facebook e a Netflix são exemplos claros disso, já que utilizam de propagandas em horário nobre na televisão. Um ponto importante a ser destacado é que o conceito de mídia off está ligado a tudo o que não é digital, ou seja, não se resume à TV. São exemplos também rádio, revista, jornal e outdoor.

 

Em um mundo tão digital, marcar presença na internet é fundamental, mas as mudanças econômicas e sociais têm mostrado que utilizar mais de uma possibilidade pode trazer bons resultados. A pandemia, por exemplo, fez crescer o consumo de todos os canais, em mídia on e off, já que muitas pessoas que não tinham o hábito, passaram a assistir mais TV, por exemplo, e a navegar ainda mais na internet. Assim, uma campanha que englobe tudo isso tem chances ainda maiores de atrair mais clientes.

 

Porém, a Go Biz alerta que é necessário verificar o orçamento. “Nem sempre o budget do cliente atende a uma campanha desse porte, porque isso envolve bastante investimento. Nesse caso, o recomendado é focar naquilo que é de maior interesse”, orienta. A empresa finaliza reforçando que mesmo diante de todas as adversidades o uso da mídia on e off é uma estratégia em que as mídias podem potencializar os resultados.